Saturday, April 11, 2009

Pringles


Às vezes as coisas mais simples e aparentemente "nada a ver" têm um significado especial para as pessoas e a gente sequer suspeita disso. Querem um exemplo? Pringles, pra mim, são superespeciais (bah, que falta sinto do hífen! Fica horrível sem!).

Tudo começou quando, há muitos anos atrás (e, putz, isso soou como aquele letreiro que passa no início do Guerra nas Estrelas: "Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante...." :P) a Lully me convidou pra. aproveitando o feriadão de Páscoa, ir numa excursão pra Montevideo. Eu andava meio down, tinha me separado e por causa do meu casamento tinha perdido contato com a maioria dos meus amigos/as, então como andava muito sozinha ela resolveu dar uma de salavadora da pátria e me arrastar numa viagem. Aquela foi a primeira de três que fizemos, sempre no mesmo feriadão, e no final irmos em excursão era só pela comodidade do ônibus e do hotel já reservado, porque no que chegavamos lá dávamos adiós, muchachos pro pessoal e saímos por nossa conta, já que conhecíamos a cidade tri-bem (OK, estou fugindo do assunto. Já volto pras Pringles).

A viagem ate Montevideo é um tanto longa, então por precaução as mortas de fome resolveram naquela primeira viagem ir ao supermercado e fazer um "ranchinho" pro lanche no caminho e uma das primeiras coisas que a Lully colocou no carrinho foi... uma lata de Pringles. Nem lembro se chegamos a comer as batatas no caminho - acredito que sim, dificilmente uma lata de Pringles escapa intacta! LOL - mas as Pringles se tornaram tradição nas viagens. E não só nas viagens: elas passaram a fazer parte da nossa vida de amigas, e acabaram por se estender a outras amizades e outras situações, pelo menos no meu caso.

As Pringles estavam presentes, como já disse, em todas as viagens a Montevideo e, ano passado quando fomos juntas ao show do Maná em Porto Alegre, a primeira coisa que a Lully perguntou quando começamos a combinar a respeito foi "Pringles pra viagem?" Elas também estavam lá quando uma amiga e eu - sorry, neste caso tenho que manter os nomes em segredo... - sentadas num banco da Donja e conversando sobre um crush comum às duas (na verdade mais um caso comum às duas... :/ ) descobrimos que o galinha do cara tinha ficado com AS DUAS em menos de 24 horas. As batatinhas - literalmente impossíveis de comer uma só - também estavam presentes quando a Livia me ligou às 2 da manhã e acabou na minha sala de estar desabafando sobre o namorado que havia acabado de se tornar ex. As Pringles me acompanharam até Curitiba este ano quando fui fazer uma prova do TOEFL e reapareceram na minha sala há pouquinho tempo pelas mãos de uma amiga querida que foi ao Uruguay e, mesmo sem saber dessas histórias todas, lembrou da minha paixão e me trouxe uma lata (valeu, Carem!!!) ;)

Pringles, por essas razões todas, têm um significado muito especial pra mim e por isso descobrir que outras pessoas - e pessoas muito queridas - também tem lá sua paixão por Pringles (ainda que seja apenas a qualidade musical de possuir um acoustic sound, a percussion kind of vibe) a ponto de fazer um vlog maluquinho, isso faz a gente se sentir feliz da vida, sorridente como o bigodudo que estampa a maravilhosa, deliciosa e inesquecível latinha vermelha.

video

Pringles rule, gente! :D

No comments: