Friday, December 31, 2010

Countdown

Faltam poucas horas para 2010 chegar ao fim e, como sempre, a expectativa do Novo Ano prestes a iniciar coloca o que se despede em segundo plano - até porque 2010 não foi lá grande coisa, pelo menos para mim.

É claro que ele teve seus highlights - como o estabelecimento do Chimas Day com meu trio (ooops, quarteto, se contarmos o Milo) de superamigos e uma decisão que vai me levar a uma virada impressionante na vida -, mas all in all foi um ano meio sem graça, sem eventos, sem shows que eu pudesse ir, sem um bater de coração mais forte ou descompassado. Resumindo, eu diria que foi um ano blasé.

Agora, como eu postei outro dia no Twitter, se metade das previsões que circulam na Internet em relação a 2011 se tornarem realidade, já estou no lucro. Olha só o que dizem pro signo de Leão (Fonte: site do Terra):

Trabalho e finanças

O ano começa com o dia a dia de trabalho agitado e novas mudanças e oportunidades acontecem logo de início. Transformações profundas devem ser feitas, pois você mesmo não suporta mais certos padrões de funcionamento. As finanças melhoram sensivelmente este ano, depois de uma difícil fase no passado. Mas o que estará mesmo em alta já a partir de início de fevereiro e até o final do ano são as viagens a negócios. Sua vida pessoal passará por uma mudança significativa na vida profissional. Os estudos também estarão presentes, especialmente os que agregam conhecimentos para um futuro próximo. O ano é de preparação para um grande salto e reconhecimento que virá já a partir de junho. O segundo semestre promete a colheita dos frutos tão esperada há mais de três anos. Este é seu ano Leão, onde o sucesso, a visibilidade e a melhoria de sua imagem profissional estarão presentes. Use o primeiro semestre como o último degrau que deve subir ainda com cuidado para chegar onde você deseja e conseguir tudo o que você planejou para si.

Amor

Netuno ainda atrapalha seus relacionamentos, pois traz ilusões e algumas decepções com o sexo oposto. Para os leoninos solitários ou não, a partir de meados de abril tudo muda e os relacionamentos, que deixaram de funcionar como gostaria desde aproximadamente sete anos atrás, retomam uma fase mais objetiva e sólida. Caso esteja só, fevereiro começa já a mobilizar seu coração que estará cada vez mais forte e decidido a um novo amor nos meses consecutivos. Os relacionamentos melhorarão significativamente em 2011, portanto prepare seu charme e capacidade de sedução. As viagens românticas estarão presentes no primeiro semestre e caso seja comprometido ajudará muito na retomada do romance e da reestruturação de seu relacionamento. Se estiver só, poderá encontrar alguém que mexerá profundamente com seu coração em uma delas. Prepare-se Leão, afie suas garras!

Pois é, como eu disse, metade delas se tornando realidade, já estou bem feliz.

Anyway, previsões corretas ou não, que venha 2011. Tenho um bom pressentimento quanto a ele, afinal 1981, 1991 e 2001 foram anos MARAVILHOSOS na minha vida (pois éééé... me dei conta desse meu ciclo de happy times que acontece de 10 em 10 anos na minha vida há uns poucos dias atrás!), então se a tradição se mantiver, vai ser de fato um HAPPY NEW YEAR.


Fekiz Ano Novo, pessoal, e que ele seja fantástico para todos nós. =)


Technologically Impaired

Passei mal de tanto rir com essa aqui. Sei que é maldade, politicamente incorreto, etc etc etc debochar dessas coisas, mas não resisti: POSTEI! (Thanks JABS por ter enviado!)


(Boas risadas!)



OBS: Infelizmente não consegui descobrir quem é o Frank (cartunista) para prestar os devidos créditos, masssss... palmas para lele!

Thursday, December 02, 2010

Procrastinating

Para os que não entendem Inglês, procrastinate equivale ao nosso "enrolar". A gente tem que fazer alguma coisa, sabe que tem que fazer essa coisa, mas enroooooooooola até a última hora, até o prazo estar estourando - e às vezes estoura mesmo. Envolve desde o "deixa pra depois", o "mais tarde eu faço", o "agora não dá, tô CHEIA(O) de coisas pra fazer" até o "amanhã com certeza", o "vou fazer depois do filme/almoço/janta/café da tarde/chimas/festa/findi/etc" e atinge a todos (se bem que desconfio que alunos(as) - e de todas as faixas etárias! - são mais suscetíveis ao poder de sedução do procrastinate).

Eu, por exemplo, dependendo do assunto quero e faço tudo pra ontem. Chego a ficar com coceira nas mãos se não fizer ou não acontecer (sou impaciente mesmo), mas existem outras coisas que a procrastination encarna e nem com três banhos de descarrego, cinco passes e dois exorcismos ela sai de cima. E o pior de tudo é que sempre, inevitavelmente, ela é perfeitamente justificável, ou seja, eu tenho OUTRA COISA pra fazer, ela se torna de urgência urgentíssima e eu tenhoooooooooooo que fazer essa outra coisa ANTES da que eu estou procrastinating. Hoje de manhã me peguei entrando numa dessas - e antes que fiquem curiosos, parei a tempo e fui fazer o que tinha que fazer mesmo - mas a procrastinating excuse (em bom Português, o "pretexto" ou a "desculpinha esfarrapada" pra adiar a tarefa que eu não tinha absolutamente vontade nehuma de cumprir) foi tão absurda que o fato chegou a ser hilário, então resolvi listar algumas excuses que eu já arrumei pra mim mesma (desculpas pra si mesma(o)??? - sim, isso É possível!) para procrastinate alguma coisa e divertir meus/minhas queridos(as) leitores(as). Vamos lá, começando pela desta manhã:

* Lavando a louça antes da tarefa em questão, eu olho pro escorredor de talheres e vejo que ele (é igual a esses da foto) está com uma "gosminha" acumulada no fundo.



Imediatamente me veio uma urgência incontrolável de limpar aquilo - o que levaria um certo tempo porque, convenhamos, só com cotonete ou escova de dente pra chegar lá no fundo e nos cantinhos do escorredor e remover o troço. Agora, fala sério: TINHA que ser naquela hora? Se eu não limpasse naquela hora a gosma ia se multiplicar e engolfar toda a minha cozinha tipo meleca Poltergeist? Não, né? Mas o impulso foi tão forte que caí na risada - e imaginem a cena: eu dando risada sozinha na beira da pia da cozinha - quando me dei conta que era tudo por causa do que eu tinha que fazer DEPOIS. Dar fim à gosminha nada mais era que pretexto pra adiar. Era desculpa mesmo. E das brabas.

* Outra: arrumar as bijuterias da minha mãe que perderam fecho, rebentaram o fio de nylon, etc, etc, etc. (eu tenho o "equipamento" pra fazer e/ou consertar bijuterias, então ela sempre me pede pra fazer essas coisas)

* Arrumar o meu quartinho da bagunça que serve de biblioteca (pelo menos essa desculpa tem um fim utilitário!)

* Passar cera no parquê do apê que está arranhado porque o Milo corre quando está brincando, FREIA, e arranha tudo com suas unhinhas mimosas. (Pretexto totalmente justificado: e as FILAS de pessoas que vão na minha casa, vão pensar O QUÊ se o parquê estiver arranhado? Que horror!) =P

* Organizar a caixa das minhas bijuterias (só pra desarrumar tudo duas horas depois quando eu for procurar um anel que quero usar e que ficou perdido entre os outros)

*Procurar na Internet a receita de Paté Chinois que comi no Canadá, cismei que TINHA que fazer e acabei não fazendo.

* Terminar de ler "só mais esta página" do livro que estou lendo - e que acaba virando "só mais este livro" quando começo o próximo.

*Esvaziar a minha antiga escrivaninha na casa da minha mãe - como se ela fosse colocar alguma coisa lá dentro ou a escrivaninha fosse sair correndo feito o papa-léguas! =P

Bom, esses são só alguns exemplos das minhas excuses malucas. Podem rir à vontade, eu sei que são as coisas mais bobas do mundo, mas vocês não tem noção de quão poderosas, quão atraentes, quão irresistíveis essas coisas podem ser quando se tem uma outra coisa não necessariamente desagradável, mas indesejável pra se fazer. Eu, com exceção da gosma do escorredor de talheres, fui completamente incapaz de resistir ao chamado das outras e com um sorriso nos lábios procrastinei (há! sabiam que existe esse verbo em Português?) minha tarefa inglória - seja ela qual fosse (mas confesso que normalmente é a minha tese...hehehe) - até algum outro dia.

E antes de me despedir, uma última frase: quem nunca procrastinou, que atire a primeira pedra. =)

Thursday, October 28, 2010

Meu cãozinho "destilado"


Tá, eu sei que só tenho escrito posts sobre confusões linguísticas, mas esta não tem como não contar: é engraçada demais.

Minha mãe foi passear com o Milo, meu cachorro (see above), e viu-se frente a uma típica família pelotense - mamãe, papai, vovó, menininho e menina um pouco mais velha - tipicamente sentada em suas cadeirinhas de praia na calçada e tomando seu típico chimarrão de fim de tarde. Como já era de se esperar, meu cãozinho em sua também típica sociabilidade lá se foi cheirar as pessoas e interagir com elas em busca do inevitável elogio à sua pessoa, digo, à sua fofíssima cachorrice. Ocorre então o seguinte diálogo...

[Menininho, dirigindo-se à mãe] Olha só, mãe, como ele é fofo!

[Menininho, dirigindo-se à MINHA mãe] Tia, posso segurar ele?

[Minha mãe, preocupada porque o Milo tem complexo de cusco de trenó e de vez em quando decide arrastar quem ou o que quer que seja que está segurando a guia dele] Ah, desculpa, não dá, ele é muito forte, pode te arrastar...

Enquanto eles falavam isso, minha mãe escutava, ao fundo, umas palavras soltas:

... conhaque...

... whisky...

e imaginou que eles falavam da cor do pelo do Milo, pois tem uns tons de marrom meio estranhos mesmo. Mas não: as frases seguintes desfizeram o engano.

[Mãe da família, dirigindo-se ao menino] É, meu filho, tu não vais conseguir segurar ele, é da raça deles, esses cachorrinhos puxam trenó...

Ao que a filha, menina um pouco mais velha que o menininho, retruca:

Mãe, não é "whisly". É HUSKY!!!

Monday, October 11, 2010

Haurélho


Alguém - e o mais incrível é que foi alguém que não conheço!!! - me mandou uma mensagem com essas "definições". De certa forma tem a ver com o meu post anterior, e como algumas "definições" são engraçadas, resolvi reproduzir aqui também.

Divirtam-se!


Haurélho


Testículo.... ......... ......... ...Texto pequeno

Abismado.... ......... ......... Aquele que caiu num abismo

Pressupor... ......... ......... ..Colocar preço em algo

Missão....... ......... ......... ...Missa prolongada

Padrão....... ......... ......... Padre muito alto

Estouro..... ......... ......... .Touro que virou boi

Democracia.. ......... ......... Sistema de governo do inferno

Barracão..... ......... ......... Proíbe a entrada de cachorros

Homossexual. ......... ......... .Sabão para partes íntimas

Ministério... ......... ......... Pequeno aparelho de som

Edifício..... ......... ........Antô nimo de 'é fácil'

Diabetes.... ......... ......... ...Dançarinas do diabo

Detergente.. ......... ......... .Ato de prender humanos

Armarinho... ......... ......... Vento que vem do mar

Eficiência... ......... ........Estudo das propriedades do 'F'

Conversão.... ......... ......... Papo prolongado

Barganhar... ......... ......... ..Receber de herança um bar

Fluxograma.. ......... ......... Direção em que cresce o capim

Halogênio.... ......... ........Cumprimento a um gênio

Expedidor... ......... ......... Antigo mendigo

Luz solar....... ......... .......Sapato com luz na sola

Cleptomaníaco. ......... ........Fã de Eric Clapton

Tripulante.. ......... ......... Especialista em salto triplo

Aspirado.... ......... ......... .Carta de baralho maluca

Cerveja..... ......... ......... O sonho de toda revista

Regime militar..... ......... ....Dieta feita no exército

Bimestre.... ......... ......... .Mestre em duas artes marciais

Caçador...... ......... ........Quem procura ter dor

Volátil...... ......... ........Avisa ao tio que vai lá

Assaltante.. ......... ......... Um 'A' que salta

Determine... ......... ......... ..Prender a namorada do Mickey

Pornográfico. ......... ......... .O mesmo que por no desenho

Coordenada.. ......... ......... Que não tem cor

Presidiário.. ......... ........Que é preso todos os dias

Ratificar... ......... ......... Tornar-se um rato

Suburbanos.. ......... ......... ..Habitantes de túneis do metrô

Violentamente. ......... .......Viu bem devagar

Contribuir.. ......... ......... .Ir com vários índios

Como dizem (ou cantam) por aí...


Não faz muito tempo minha prima defendeu a tese de Doutorado dela sobre como o ritmo da fala das pessoas determina a maneira como elas segmentam - ou, em outras palavras, dividem - as palavras ao escrever (algo como "porcausa de", "em baixo", "derepente", "porisso" & cia ltda). Depois, uns dias atrás, lembrei de ter lido certa vez em algum lugar a palavra (???) alozanfã, que nada mais era do que alguém citando o hino nacional da França ("Allons enfants de la Patrie / Le jour de gloire est arrivé..").

Bom, entre uma coisa e outra, vieram à minha mente outros casos em que as pessoas ouvem uma coisa que não aquela que realmente foi dita e repetem como bem - ou melhor, como MAL - entendem, e resolvi fazer uma listinha geradora de sorrisos e, talvezquemsabe, algumas risadas:


* "O Virundum" (ou melhor, "Ouviram do Ipiranga as margens plááááácidas...")

* "O Wokasova" (super-herói criado por um aluno meu que achava que oa Titãs cantanvam "O Wokasovaáá, me protegeeeee" = "O acaso vai / Me proteger...")

* "Ken Lee" (clássico do Bulgarian Idol, com video e tudo. Nada mais do que "Without You" - mais conhecida por "Can't Live"-, originalmente gravada pelo Badfinger em 1970 e ressuscitada pela Mariah Carey em 1994)

* "Na madrugada, vitrola rolando um bus / Tocando de biquini sem parar" (na verdade, "Na madrugada, vitrola rolando um blues / Tocando B.B.King sem parar...", parte do refrão de "Noite do Prazer", sucesso do grupo Brylho nos anos 80)

* "Alagados, Flintstones, favela amarela..." ("Alagados, Trenchtown, Favela da Maré...", todo mundo conhece, by Paralamas do Sucesso)

* "Da manga rosa quero o gosto e o suco, melão maduro, sapo de juá" (essa uma amiga minha cantou a plenos pulmões num karaokê em Porto Alegre e ainda se espantou quando leu na tela a letra certa!: "Da manga rosa quero o gosto e o sumo, melão maduro, sapoti, juá" - "Morena Tropicana", by Alceu Valença)

* "Entrei de caiaque no navio, ô" (deve ter sido uma entrada triunfal, considerando que é "Entrei de gaiato no navio..." - Paralamas de novo, "Melô do Marinheiro")

Isso só pra citar algumas. Alguém lembra de mais algum item pra listinha? ;)

Sunday, October 10, 2010

TRI-legal!!!


Para não dizerem que só falo de futebol - e, para alguns, pior: só falo do Inter - aqui vai a minha homenagem pros meninos do vôlei que venceram a jovem e assustadoramente promissora seleção de Cuba e se sagraram TRICAMPEÕES MUNDIAIS!

Parabéns meninos, em especial pro Bruninho Rezende que se superou ao jogar - e jogar MUITO BEM - toda a partida com o tornozelo machucado, pro Leandro Vissotto que nas duas últimas partidas foi um MONSTRO em quadra e defesa nenhuma conseguiu parar e pro Murilo Endres que mais do que merecidamente levou o prêmio de Melhor Jogador da Competição - o MVP (Most Valuable Player).

Valeu Brasil!!!! =D
PS: O "Tri-legal" do título está com hífen de propósito (já que pelas novas regras de ortografia o prefixo é utilizado SEM ele): homenagem aos tempos em que a expressão era a marca registrada do vocabulário de qualquer gaúcho que se prezasse.

Sunday, September 19, 2010

Coisinhas antpáticas, asquerosas e irritantes


Existe uma série de coisas que têm o impressionante poder de tirar a gente do sério. Elas irritam, detonam a paciência de qualquer um e parecem existir pelo simples propósito de extorquir da gente aquele "AAAAAAARRRRRRRRRRRRGGGGGGGHHHHHHH!!!!!" de mais puro desespero.
Segue a minha listinha pessoal - mas sem ordem de importância ou capacidade de me levar à loucura - dessas "mimosuras":

1) Barulho de aspirador de pó

2) Plastico de cobertura de lasanha congelada (não importa a marca. Sadia, Perdigão, TODAS são assim) e tampinha de iogurte. São empate técnico. Quando a gente pensa, "Tá, HOJE vai, vou conseguir retirar ela INTEIRA!", ela rasga. SEMPRE. E depois que elas começam, se partem em 2500 pedacinhos MINÚSCULOS que a gente tem que ficar CATANDO e que não desgrudam da borda nem com mandado judicial).

3) Carro (ou ônibus, ou caminhão, ou bicicleta mesmo, tanto faz. São pragas. TODOS!) de propaganda política com som numa altura que os pinguins da Antártida tapam os ouvidos para não ficarem surdos - muito em voga no momento. =/

4) Caneca - de alumínio ou mesmo com teflon - onde leite foi fervido. (Lavar uma delas dá vontade de chorar. Por isso é que hoje em dia esquento o meu leite já na xícara e no microondas).

5) Parte de tela da centrífuga depois de fazer suco de laranja (Concorrente direta da leiteira. Não sei qual das duas é mais irritante de lavar, mas... aiiiii, aqueles fiapinhos da centrífuga.... são pior que pega-pega em meia de algodão felpuda)

6) Alarme de carro ou loja que toca A NOITE INTEIRA aqui no Centro e não deixa a gente dormir. Uma preciosidade recorrente em finais de semana.

7) Torpedo promocional da (insira aqui o nome da sua operadora de celular) ou - a mais recente versão - a infame mensagenzinha "o número XXXX xxxx ligou e não deixou recado". (Réloooooooou??? A função "Chmadas Não-Atendidas" do celular serve PRA QUÊ????)

8) Pisar em cocô de cachorro na rua (Quem me conhece sabe que eu sempre ando com um monte de sacolinhas de plástico na bolsa e SEMPRE recolho os "fofos" queo Milo faz na calçada).

9) Gente que joga lixo na rua (Não resisto: quando passo pela pessoa faço cara feia pra ela SIM! Depois reclamam das enchentes na cidade!)

10) Gente que deixa o celular tocar mil vezes no ônibus/restaurante/fila de banco ou loja só pra poder ouvir sua musiquinha favorita transformada em toque supostamente personalizado do telefone, faz cara de surpresa tipo "oh, é o MEU telefone que está tocando... hehehe" e ainda por cima fala tão alto depois que atende que o interlocutor não precisaria nem ter usado a invenção modernizada do Graham Bell pra falar com a criatura para quem ligou.
11) OS distribuidores das milhares de coisas que hoje em dia infestam o Calçadão e, mais recente e fervorosamente, a Quinze de Novembro entre a Praça e a Sete - "bandeirantes" (sério, o dia que um realmente me acertar, vou pular no pescoço e ESGANAR a criatura), "santinhantes" (e antigamente os "santinhos" dos políticos ainda eram menorzinhos. Hoje em dia são quase meia folha A4!), panfletantes (não, eu NÃO QUERO fazer um emrpéstimo! E, sim, eu JÁ TENHO dentista!), ambulantes (saíram as vuvuzelas, entraram as meias e mantas e já estão sendo substituídas, devido à mudança na estação, pelos bonés, chapéus e óculos de sol) e outros "-antes" que atravancam as calçadas e fazem uma caminhada de uma quadra levar o dobro do tempo que normalmente levaria já que a gente tem que ficar brincando de chicane a pé.
Bom, essas são só algumas que lembrei num primeiro momento. Any other suggestions?

Graficamente falando...

Eu já tinha postado um desses "gráficos" - aquele sobre como homens e mulheres vêem as cores - há um tempo atrás e ontem chegou (thanks, Gizza!) a série completa.

Enjoy it! =)

PS: Sim, o último é MUITO gender biased, mas às vezes é bem assim mesmo - pelo menos comigo... =P



















Wednesday, September 15, 2010

Pérolas aos poucos


Outra "pérola" que escutei chegando em casa hoje:

"O problema é que ela tem um contrato vitalício de um ano..." (Hein????)

Difícil foi segurar o riso... =)

Monday, September 06, 2010

E o Português bateu asas e VOOU


Passando pelo Calçadão de Pelotas às 8 e pouco da manhã, presencio as seguintes "pérolas" da nossa Língua Portuguesa:

Vovó, mamãe e netinho de uns 3 ou 4 anos de idade caminham pelo nosso famoso shopping a céu aberto, aproveitando o início da manhã de sol, e o piá, não resistindo à tentação, atropela o bando de pombos que tenta catar as pipocas caídas da banquinha logo ao lado. Pombos e penas se lançam aos céus e vovó diz ao pestinha:
- Vai, vai! "Avoa" que nem eles!

Ao que o mimoso responde:

- Mas vó, eu sempre "avuo"...

Sunday, August 29, 2010

Dramas Femininos

Enviadas pela Gizza e, seriously, quem de nós girls nunca viveu um desses?







Tuesday, August 10, 2010

Pensamento "PQP, pior..."



“We only write about two feelings: one is the first day of summer when you and all of your friends are standing on the edge of a cliff watching the sun set and being overcome with all of your hopes and dreams at once. The other is when you’re walking alone in the rain and realize you will be alone forever.” ~The Drums

Friday, June 25, 2010

Colorblindness

Sim, é cientificamente comprovado (bom, pelo menos eu acredito que deve(ria) ser... hehehe) que os homens são total ou no mínimo parcialmente daltônicos. Peça para um irmão/pai/namorado/representante do sexo - ou melhor do GÊNERO masculino! - pegar aquele seu blusão azul no armário e ele deverá invariavelmente voltar a) dizendo que não havia nenhum azul; b) trazendo um blusão verde; c) trazendo um azul e um verde e dizendo que não sabe qual dos dois você queria.

Pois bem, aqui vai um gráfico que ilustra esse fenômeno da impossibilidade masculina de reconhecer, distinguir e/ou nomear cores (simmmmmmmmmm, resultados científicos sempre são apresentados em gráficos. Ou tabelas. Ou, de preferência os dois, e ai de você se não houver nenhum deles, pois seu trabalho não será visto com bons olhos pela comunidade acadêmica - como já verifiquei em primeira mão por ocasião da apresentação da minha dissertação de Mestrado... =P)

Com vocês, as cores, vistas por homens e por mulheres... =) (JABS, thanks for the e-mail! =D)



PS: OBVIAMENTE há discordâncias mesmo entre as mulheres sobre o verdadeiro nome de cada cor, mas como exemplo ilustrativo, vale! LOL XD

Saturday, June 19, 2010

HAhaHAhahAhahA



ADOREI essa! (Thx for sending it, Carem!)


O que um bebê foca diz para a mamãe foca?


Fonte: Pretinho Básico

Sunday, June 06, 2010

Minha mãe entende de futebol II - the sequel




Comentário da minha mãe a respeito do próximo jogo da Selação, o amistoso contra a Tanzânia, antes do início da Copa do Mundo 2010:

"Aaaahhh, não é lá que tem o bichinho aquele do desenho animado?" (A.K.A. Diabo da TASMÂNIA)

:D

Friday, June 04, 2010

Valeu, Spam!

I really, REALLY hate spam. Não bastasse aquelas dúzias de PRAGAS de emails que chegam anunciando Viagra, Cialis, O Fim de Suas Dívidas, o Novo Curso de Contabilidade e o raio que o parta, agora também AQUI tem spam. Gente que vai lá nos comentários e, ao invés de deixar uma mensagenzinha simpática, anuncia sabe-se lá o quê. Sim, vai saber o que estão anunciando, pois por aqui a postagem dos "spameiros" (Hahaha, just made that up!) é em... chinês! (Ou coreano, sei lá, já que não sei bem diferenciar a quantidade de tracinhos em cada língua que perfazem o esplendor e glória na terra da simbologia dos caracteres de cada uma).


Desnecessário dizer que outro dia fui, então, finalmente contemplada como vítima dessa nova forma da maldição da Internet - o retorno do spam VIII (ou algum número ao redor desse). Fui atacada impiedosamente e soterrada sob uma avalanche de emails na minha caixa postal notificando o recebimento de um comentário (ou melhor, CENTOEQUARENTAEUM comentários!) e, com isso, tive que checar LITERALMENTE um por um dos meus posts e apagar os comentários que o tal oriental infeliz tinha colocado em TODOS eles! É CLARO fiquei p**** da cara e, depois da quase interminável empreitada, me prestei a ir na página de denúncias aqui do Blogger e dedurei a figura! =S


Anyway, como diz aquele ditado em inglês "Every cloud has a silver lining", pelo menos uma coisa boa veio disso tudo: acabei relendo meus posts, desde o very first one.


Sim, reli desde o primeiríssimo (que nem lembrava que tinha um video muito legal!) e do segundo, aquele que explica o porquê do nome deste blog. Reli poemas (Auden, Judith Viorst, a propaganda linda da Natura) e crônicas (as bolsas de Lya Luft e o pudim da Martha Medeiros) que postei. Relembrei uma(s) certa(s) pessoa(s), aquela(s) que devia(m) agir assim como numa tirinha perfeita ou prestar atenção na frase de impacto, aquela pessoa ideal - THE Somebody - que parece continuar a ser apenas mais um personagem no simulacro de série de TV que é a minha vida.


Falando em tirinhas, revi uma ou duas das I hate Mondays do Garfield - sim, sempre a minha cara... ;) - e se o assunto é séries de TV, tem alguns posts sobre isso também, desde Dawson's Creek até Supernatural e MacGyver meets Smallville. E, quem me conhece sabe: sou LOUCA por séries de TV e filmes, por isso tive que dar un repaso nas coisas que disse sobre Notting Hill, Twilight, e Pigeon Impossible.


Às vezes nos meus escritos falei de mim, de como sou naïve (inocente, babaca) e azarada, de como cheiros e gostos me trazem lembranças, e até contei parte da minha vida. Falei das minhas arrumações e reformas no apê (e/ou na minha vida), de como pareço às vezes estar presa em um Groundhog Day, lost in the same old stories que se repetem em ciclos intermináveis. Contei fatos engraçados (micokês batem todos! LOL) e confessei meu encantamento com a Linguística e o Discurso. Viajei no tempo falando de telefones, Dungeons & Dragons e, acreditem, Pringles.


Graças ao Sr Spam, me deparei com reflexões que fiz faz tempo - mas que fazem todo sentido ainda hoje - como por exemplo a nefasta infuência dos "romances cor-de-rosa" nas "gurias" da minha geração, e outras sobre a solidão, a vida, o frio, pessoas FENADOCE e o desgraçado do efeito dominó - seja pra que lado for que as pedrinhas caem.


Relendo revivi momentos gloriosos do meu time do coração (again, quem me conhece sabe que adoro futebol): quando fomos campeões de tudo, os 100 anos do clube (com direito a clip do Five For Fighting e tudo), o Captain mais Captain de todos os tempos, a conquista da Fábio Koff pela primeira vez e jogadas do Nilmar - mas ESTE gol foi demais! - na época que ele era "nosso".



Música nunca faltou, nem na minha vida nem nas coisas que escrevi, daí revi alguns videos e cantei tudo de novo: Praying For Time, Iris em Abbey Road. Lembrei da minha época de fã n° 1 do David Cook, de por que me autodenominava uma "Cookie", do show do Maná que fui em POA, e voltei aos meus teenage years com Paralamas e Titãs e a morte do Michael Jackson e da Farrah Fawcett.

Morri de rir revivendo as histórias hilárias da minha mãe (o conhecimento "futebolístico" e o momento "Michael Schumacker" dela). Sorri até as bochechas doerem relembrando meu tempo de viciada no MySpace e dos amigos que fiz lá, alguns dos quais viraram family como o John (recorde de posts, divulgando ele, a música dele, o 2° Cd dele, falando sobre o antigo grupo dele e uma das minhas "músicas-tema"...) e outros que perdi contato, como os guris do Necessidade Humana.


Reforcei meu amor (pra quem não sabe, sou bairrista assumida!) por Pelotas - a cidade dos clones - relendo sobre o Tholl, sobre a Praça, sobre o ventos de mudança que sopram (ou não) por aqui e o verão tórrido que tivemos em 2010, revendo a propaganda da Renault. Revivi momentos longe da terrinha, a vida lá pelas bandas da América do Norte, e também aqueles dias antes mesmo de ir pra longe, quando ainda na incerteza de se ia ou não e depois na mission impossible de colocar minha vida em 2 malas.


Por isso, quando terminei o estafante elefantástico serviço de apagar os comentários-propaganda-spam, pelo menos não estava mais com um humor assassino e, de labuja, ainda gave birth to este post aqui... hehehe.


Valeu, Spam! ;)


PS: Caso não tenham percebido, tem um brinquedinho-brinde neste post: "Ache o link e releia um post antigo!" :D

Thursday, May 06, 2010

Atenção blogueiros de plantão...


Repassando a reportagem de hoje no Diário Popular:


Projeto de lei visa regulamentar atividade blogueira



O estudante de Ciências da Computação Cauane da Silva, 20, é um dos inúmeros blogueiros que existem na cidade de Pelotas. Dono do blog Tela Cheia, ele será afetado pelo projeto de lei que tramita no Congresso Nacional e que tem como objetivo regular a atividade blogueira no país. A proposta 7.131, de autoria do deputado federal Gerson Peres (PP), foi apresentada em 14 de abril deste ano. Devido à afinidade de conteúdo a lei foi amarrada à proposta 2.196, de 2003, que dispõe sobre a divulgação de mensagens pelos usuários de internet. Esta ainda se encontra em tramitação.

As proposições do novo projeto dizem que o usuário deverá ser obrigado a instituir moderação de comentários em seu site, sendo ele responsável por conteúdo anônimo. Assim, passará a responder por ações legais caso o comentarista original não possa ser identificado. Se a lei for aprovada o internauta que possui blog, mas estiver em desacordo, será condenado pelo Poder Judiciário a pagar uma multa que vai de R$ 2 mil a R$ 10 mil.

Além disso, todo proprietário de página deverá estar identificado no site registro.br com nome, identidade e CPF. A justificativa do projeto argumenta que, por não estarem regularizados, os blogs são mecanismos de difusão que podem ser utilizados para calúnia, injúria ou difamação.

A jornalista, advogada e pesquisadora em microblogs, Gabriela Zago concorda com a necessidade de se responsabilizar o dono do site pelos comentários, mas acha um absurdo a obrigação de moderação porque isso fere a liberdade de expressão nas páginas pessoais.

Gabriela, blogueira há nove anos (http://gabrielazago.com/), fez seu trabalho de conclusão de curso no Direito voltado à responsabilidade civil nos comentários de terceiros em blogs. Segundo ela, por estar tramitando em regime de urgência, o projeto deve ser concluído em cem dias. "Se for assim, saberemos ainda este ano se vai virar lei."



Ou seja, car@s companheir@s blogueir@s , keep your eyes wide open on the comments to your posts! :P

Sunday, May 02, 2010

Pigeon Impossible


Seriously, a melhor animação que já assisti depois de Up: Pigeon Impossible.



Gargalhadas certas e um pombo que rouba a cena - ou melhor, o filme todo.


Vale a pena assistir! Basta clicar aqui.

Boas risadas! ;)

Tuesday, April 27, 2010

Novos parâmetros



Quatro meses fora do Brasil e três para me adaptar à nossa realidade tupiniquim depois, hoje me dei conta de que o novo "dô real" (traduzindo: doIS reaIS) agora é (são?) cinco. Isso mesmo, CINCO reais. Qualquer merrequinha que a gente queira - em bens ou serviços - é cinco reais. Fui no centro e dois errands depois percebi com essa, abismada, que o dragão da inflação ainda campeia, quietinho, por aqui.
E é melhor eu não espalhar muito, falar bem baixinho. Vai que ele acorda de novo?

Saturday, February 20, 2010

Pelotas, verão 2010

Charge simplesmente perfeita para ilustrar o nosso tórrido verão pelotense. Mais um trabalho do fantástico André Macedo para o Diário Popular.